Vitória em Ribeirão: G. está sendo atendido na Carochinha

Cinco meses após ser matriculado na Creche/Pré-Escola Carochinha, no campus da USP de Ribeirão Preto, o pequeno G., de apenas um ano, finalmente pode entrar em sua sala de aula.

O drama da família e de G. começou em janeiro após o fechamento de 141 vagas nas creches/pré-escolas da USP, fato ainda não explicado satisfatoriamente para a comunidade, e se encerrou ontem, terça-feira, dia 23 de junho.

A mãe de G., a docente Annie Hsiou, já havia obtido uma liminar em abril que obrigava a USP a atender o bebê. A maior universidade da América Latina vinha desobedecendo sistematicamente a decisão desde então.

Depois de muita luta, G. agora está usufruindo seu direito a educação de qualidade pública e gratuita. Ainda há mais de uma centena de crianças não atendidas pela SAS, fato que está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual.

Essa é a mais nova vitória na luta pela reabertura das vagas nas creches/pré-escolas da USP. Em São Carlos, seis crianças também estão sendo atendidas após liminares concedidas pela justiça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s