Fechamento de vagas nas creches provoca desperdício estimado em R$ 250 mil na USP

O fechamento vagas nas cinco Creches/Pré-Escolas da USP vem ocasionando um rombo nas contas da própria universidade. Atualmente, quatro das creches têm condições de receber imediatamente 89 novas crianças, segundo o plano de contingência apresentado por elas no início do ano. Enquanto essas vagas se encontram ociosas, a USP vem gastando desnecessariamente com auxílio-creche.

Além de funcionários das creches e materiais estarem sendo desperdiçados, calcula-se que a universidade já despendeu este ano cerca de R$ 250 mil com benefícios que não precisariam ser pagos.

A universidade é obrigada a pagar auxílio-creche a funcionários e docentes.
Para cada filho de até 5 anos de idade, o requerente recebe R$ 574 por mês. Considerando que, segundo informações da própria SAS, as novas vagas são preenchidas com 40% de filhos de funcionários e 20% de filhos de docentes, 60% dessas 89 vagas seriam preenchidas por quem tem direito ao auxílio, ou 53.

Se multiplicarmos essas 53 vagas por R$ 574,00, temos R$ 30.422,00 gastos pela USP por mês em auxílio-creche desnecessariamente. Portanto, desde fevereiro, quando se iniciou o período letivo, a setembro deste ano, estima-se que a USP já jogou fora R$ 243.376,00.

Enquanto há desperdício de um lado, há encargos para outro. Docentes e funcionários recebem um valor muito baixo para cobrir a mensalidade de uma creche em tempo integral. O valor médio de uma creche particular em São Paulo é de R$ 1.500,00 por mês. Ou seja, funcionários e docentes têm de pagar quase mil reais a mais por mês de creche, enquanto 89 vagas se mantêm ociosas nas creches-modelo da USP.

Ao mesmo tempo, o sistema de creches municipais não é uma opção. Na capital paulista, há atualmente um déficit de mais de 100 mil vagas.

Anúncios

2 comentários sobre “Fechamento de vagas nas creches provoca desperdício estimado em R$ 250 mil na USP

  1. Prezados organizadores e leitores da CCMUSP. Hoje teve reunião dos Diretores do SINTUSP e da COPERT, Comissão Permanente de Relações Trabalhistas da USP. Fiz uma intervenção a favor da reabertura das inscrições para as vagas das creches. Inclusive citei o texto de vocês para argumentar que, além de uma péssima política de recursos humanos, negar as vagas é desperdício de dinheiro. Pedimos que oficialmente a USP se manifeste sobre o tema.
    Vamos mantendo-nos informados sobre cada novo lance desse intrincado e macabro jogo de desmonte da USP.

    Luís Ribeiro – Diretor do Sintusp – luisribeiro@usp.br ou https://www.facebook.com/luis.ribeiro.1481

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s