10 unidades da USP apoiam a manutenção das creches

Pelo menos dez unidades da Universidade de São Paulo, além dos dois principais sindicatos, já demonstraram apoio à manutenção das Creches/Pré-Escolas da USP. São cinco estabelecimentos espalhados em quatro campi, administrados pela SAS, e mais dois, administrados pelas prefeituras dos campi locais.

Desde o início deste ano, as creches estão sendo desmontadas pela atual reitoria, que já demonstrou interesse em fechá-las o mais breve possível. Nem as crianças atualmente matriculadas têm garantia de que poderão permanecer até completarem seis anos.

Até o momento, os apoiadores são:a Faculdade de Educação, o Instituto de Física, (IFUSP), a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), o Instituto de Psicologia (IP), o Instituto de Matemática (IME), a Escola Politécnica (Poli), a Escola de Comunicações e Artes (ECA),, o Instituto de Biociências (IB), a Escola de Artes e Ciências Humanas (EACH), o Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, o Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto através do Centro de Investigações sobre o Desenvolvimento Humano e Educação Infantil.

Ainda dentro da USP, já manifestaram seu apoio o Sindicato dos Trabalhadores (SINTUSP) e a Associação dos Docentes (ADUSP).

As Creches da USP são consideradas referência em Educação Infantil nacionalmente e por isso o 34° Congresso Nacional dos Docentes de Nível Superior (34° Congresso Andes) também declarou seu apoio, além de politicos influentes como Dep. Estadual Carlos Giannazi e o ex-Senador Eduardo Suplicy.

A Congregação do Instituto de Física da USP (IFUSP), por exemplo, aprovou, por unanimidade, o apoio à Moção da Congregação da FEUSP de 26/02/2015 sobre o cancelamento das vagas nas creches da USP.

Com um oficio encaminhado ao Reitor da Universidade de São Paulo, o IFUSP endossou integralmente o teor da Moção da FEUSP sobre a importância do sistema de Creches da USP para a comunidade universitária. O ofício ainda específica que a existência das creches permite que às docentes, funcionárias e alunas do IFUSP possam realizar as suas atividades em melhores condições, contribuindo para a redução da desigualdade de genêro dessa instituição.

Monção IFUSP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s