Aluna de São Carlos obtém mandado de segurança para matricular filho

Uma família de São Carlos obteve na Justiça, na última sexta-feira, dia 15, um mandado de segurança para garantir a vaga de seu terceiro filho na creche da USP de São Carlos. Os outros dois irmãos estavam matriculados, mas o terceiro não obteve a vaga, direito que é garantido no estatuto das creches.

Neste ano, apenas filhos de docentes e funcionários com irmãos já matriculados obtiveram o direito de frequentar uma das cinco creches da USP administradas pela SAS. Por uma decisão arbitrária do Reitor Marco Antonio Zago, os filhos de alunos tiveram esse direito subtraído.

Esta é mais uma vitória na Justiça contra a Universidade de São Paulo. Apesar de afirmar que não tem obrigação legal de oferecer o serviço a alunos, a universidade promete em seu site e no manual do calouro creches para alunos.

A aluna vitoriosa de São Carlos não obteve sequer uma negativa formal da SAS para seu pedido de matrícula no ano passado. A maior universidade da América Latina tem se negado a dar justificativas formais às suas recusas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s