Comunidade agradece CO pela decisão de preencher as 157 vagas ociosas

manif-co-0612

Pais e mães de crianças matriculadas nas creches, pais e mães que aguardam a reabertura da seleção de vagas para seus filhos, funcionários e simpatizantes das creches foram ontem, dia 6 de dezembro, até a porta da Reitoria da USP para agradecer os membros do Conselho Universitário (CO) que votaram na última reunião, em novembro, a favor do total preenchimento das 157 vagas disponíveis e ociosas em 2017.

Os conselheiros entenderam que o não-preenchimento acarretará em um desperdício de mais de 700 mil reais de dinheiro público no ano de 2017 devido ao pagamento de auxílios-creche desnecessariamente, além de não cumprir o que promete aos alunos em relação à Permanência Estudantil.

Contudo, durante a reunião realizada ontem, que reuniu os conselheiros do CO pela última vez em 2016, o reitor demonstrou mais uma vez sua vontade de desperdiçar recursos públicos com o simples objetivo de fechar as creches. Em sua fala, deixou claro que vai insistir em passar por cima de uma decisão clara e soberana do CO. O reitor revelou que sua administração considera as instituições da universidade meros órgãos decorativos.

 

Anúncios

Professoras do campus Ribeirão fazem relato sobre creches na USP

 

As professoras Debora Piotto e Bianca Correia, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP, campus Ribeirão Preto, publicaram artigo no Boletim da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, em que relatam a experiência das creches/pré-escolas da universidade e denunciam a tentativa de fechamento do programa de educação infantil da USP.

Leia o artigo completo no link abaixo:

http://www.anped.org.br/news/creches-universitarias-relato-de-bianca-cristina-usp-e-debora-piotto-usp

Apefs pedem abertura imediata da seleção para as 157 vagas ociosas

As cinco Associações de Pais e Funcionários (Apefs) das Creches/Pré-escolas da USP enviaram na semana passada requerimentos à SAS (Superintendência de Assistência Social) e à Reitoria pedindo a abertura imediata do processo seletivo para preenchimento em 2017 das vagas ociosas nas creches. Clique nos links abaixo para ver os requerimentos.

Nesta época do ano, a seleção para entrada no início do ano seguinte já deveria estar sendo concluída, como ocorria até 2014 – última ocasião em que entraram crianças nas creches para substituir as que seguiram para o Ensino Fundamental e cujos pais deixaram de ter vínculos com a USP. O Conselho Universitário (CO) determinou em novembro que a Reitoria preencha as vagas ociosas em 2017.

Há pelo menos 303 crianças aptas a frequentar as creches da USP na fila por uma vaga. Ao mesmo tempo, haverá 157 vagas ociosas em 2017, mesmo considerando a saída de profissionais das cinco unidades das creches da USP por conta do PIDV. Os números foram levantados pelas Apefs.

Nesta terça-feira (6/12), ato a partir das 9h, na entrada do CO, vai agradecer aos conselheiros a aprovação do preenchimento de vagas ociosas e cobrar vigilância para que a decisão seja efetivamente cumprida pelo reitor Zago.

oficio-apefs-posco-prtcld

reitoriacientesas

Ato nesta terça vai exigir preenchimento das 157 vagas ociosas nas creches

 

Nesta terça-feira (6/12), a partir das 9h, a comunidade e simpatizantes das Creches da USP se reunirão diante da entrada do Conselho Universitário (CO) para agradecer a aprovação do preenchimento das vagas ociosas em reunião de novembro, e cobrar vigilância para que seja efetivamente cumprida pelo reitor Zago. Às 10h, começa uma nova reunião do CO.

Participe você também e ajude a dar um basta nesta situação, em que há crianças uspianas sem creche e creches com vagas ociosas! A concentração acontece atrás da reitoria novíssima, (atrás dos bancos, perto do Sintusp).

Várias providências precisam ser tomadas para que a decisão da maioria dos integrantes do CO vire realidade. Para começar, é preciso garantir que a vitória na sessão anterior esteja claramente descrita na respectiva ata. Nesta terça, a ata será discutida e aprovada. Na minuta encaminhada aos conselheiros consta que as Diretrizes Orçamentárias da USP para 2017 receberam a seguinte emenda aditiva: “Preencher as vagas ociosas no limite da capacidade das Creches da Universidade de São Paulo”.

Mesmo com o novo PIDV, haverá 157 vagas ociosas em 2017, segundo levantamento das cinco Associações de Pais e Funcionários (Apefs) das Creches/Pré-escolas da USP. Para que sejam preenchidas no início de 2017, é preciso que haja abertura imediata do processo de seleção – até 2014, último ano em que as creches receberam novas crianças, a seleção costumava ser aberta o ano inteiro e no mês de setembro era realizada a seleção.